Quais são as regras mais comuns para o uso do salão de festas?
5 (100%) 1 vote

Quem nunca desejou ter um espaço disponível para promover festas de aniversário, confraternizar com amigos e familiares e celebrar os bons momentos? Hoje em dia, a maior parte dos condomínios já disponibilizam ambientes criados especialmente para garantir a diversão e o lazer dos condôminos.

No entanto, é importante estabelecer regras para o uso do salão de festas, a fim de evitar problemas na vizinhança e prevenir possíveis danos.

Entre as situações mais comuns estão o barulho, danos ao espaço (mesas, cadeiras, grama etc.), excesso de pessoas e sujeira após o evento (problemas no banheiro, pisos molhados e com produtos grudados, por exemplo). Para se prevenir, é importante que o condomínio estabeleça diretrizes para o aluguel do salão e de outras áreas comuns.

No presente artigo, apontamos alguns elementos importantes para ajudar você a estabelecer regras para o uso do salão de festas. Boa leitura!

Soluções inteligentes

O uso do salão de festas é um benefício que os condomínios oferecem aos moradores, pois todos têm o direito de utilizar qualquer dependência do prédio.

Para manter o ambiente sempre em ordem, limpo e organizado, muitos síndicos e administradoras apostam em documentos ou políticas que estabelecem algumas medidas para o uso dos salões.

É muito comum, por exemplo, que quem recebeu multa grave por barulho ou outras infrações, seja proibido de utilizar o salão por um tempo determinado. As pessoas que estão inadimplentes por atrasarem o pagamento do condomínio, também não tem acesso ao aluguel da churrasqueira e do salão de festas, por exemplo.

Essas regras, além de estimular a adimplência, a boa convivência e a boa vizinhança, garantem a valorização e a organização do condomínio. Conheça outras regras comuns para uso do salão de festas:

Prazos para reserva e desistência

Quando um salão de festas é reservado, automaticamente fica indisponível para outros moradores no período. Por isso, a fim de garantir a organização e não prejudicar outras pessoas, é muito comum que a convenção do prédio estabeleça um tempo de antecedência para reserva e desistência.

Há quem, ainda, exija o pagamento de 50% no ato da solicitação, para garantir que o morador, de fato, cumpra com o combinado.

Taxa de Limpeza

A festa acabou e o chão está sujo e engordurado, as mesas cheias de migalhas e as bexigas espalhadas. Limpar tudo isso, após decorar o local, receber convidados e se divertir não é muito fácil, não é mesmo? É provável que, apesar do esforço, alguma sujeira ainda fique espalhada por aí.

Para evitar esse problema e o estresse, o ideal é que uma taxa de limpeza, acordada em assembleia, seja incluída no valor do aluguel. Dessa forma, ao final de cada reserva, um profissional de limpeza fica responsável por garantir as condições adequadas do ambiente, preparando-o para a próxima festa.

Horário de uso

O horário em condomínios é sempre um motivo para discussão. A lei estabelece que o volume seja reduzido a partir das 22 h e por mais baixo que seja o som das conversas, ele pode perturbar outros moradores.

Neste contexto, o ideal é determinar um horário máximo para o uso do salão, podendo ser até as 22 h, conforme a lei, ou até as 24 h, se for aprovado em assembleia. É importante registrar tudo na ata da reunião para fazer valer o acordo.

Termo de Responsabilidade

No momento da reserva, é importante que a pessoa assine um documento formal, que comprove que ela está ciente dos cuidados com o uso do salão e da sua responsabilidade.

O ideal é que o documento contemple algumas normas de condomínio, como o horário, informações úteis sobre limpeza, retirada de chaves, regras de utilização etc.

Para fazer valer esse termo, pode haver uma vistoria antes e depois da festa para verificar se tudo foi entregue da maneira correta.

Morar em condomínio não é simples! O mau uso do salão de festas, e de outras áreas comuns, pode causar problemas entre os moradores. Por isso, é de extrema importância estabelecer diretrizes claras para evitar divergências e, também, assegurar a preservação do ambiente.

Você já conhece os benefícios em controlar as reservas de área comum através de um sistema? Veja como o King Condo pode facilitar essa tarefa.

Quer saber mais sobre convivência em condomínios? Siga a nossa página no Facebook e fique ligado nas nossas dicas!