Vai fazer reforma no condomínio? Veja 3 dicas para se preparar
5 (100%) 1 vote

Gerenciar o orçamento financeiro e mediar problemas entre moradores são apenas algumas funções de um síndico. Independentemente do tamanho de sua comunidade, todas suas ações tomadas precisam atender às necessidades de seus moradores.

Porém, em alguns casos, ele não é um profissional que dedica todo seu tempo para realizá-las e, devido à falta de preparo e de conhecimento, ele pode tomar atitudes equivocadas.

Em meio a esse cenário, na hora de realizar uma reforma no condomínio, é preciso ter muito cuidado e atenção para evitar problemas. Por isso, no nosso post de hoje, explicamos as vantagens de se reformar e ainda damos três dicas para ser muito eficiente em seu trabalho.

Continue sua leitura e aproveite!

Entenda as vantagens de uma reforma no condomínio

Quando vivemos em uma comunidade, dependemos da boa vontade de todos para preservar as estruturas e edificações ao nosso redor. Em um condomínio, não poderia ser diferente e todos devem cumprir seus deveres.

Assim, uma reforma pode ser realizada para ampliar dependências, corresponder às exigências técnicas da construção civil e de acessibilidade ou ainda mudar sua estética.

Em todos esses casos, a organização é imprescindível para que tudo aconteça como planejado. Abaixo, citamos três dicas para um síndico implementar em sua gestão.

1. Faça um planejamento

Responda rapidamente: o que uma viagem para o Caribe e uma reforma no condomínio têm em comum? Se você pensou em um planejamento, parabéns, mas se o silêncio e a dúvida tomaram conta de seus pensamentos, prossiga para o próximo parágrafo.

Para que algo aconteça em nossas vidas, seja isso um sonho pessoal ou uma obrigação profissional, é necessário conhecer todos os passos para sua realização.

Por isso, antes de tomar qualquer decisão, identifique os objetivos de sua reforma e pesquise quais são as melhores técnicas e estratégias relacionadas ao assunto. Planeje também as etapas de sua obra, como:

  • aquisição de materiais;
  • local de armazenamento dos insumos construtivos;
  • prazo de execução de cada atividade;
  • quantidade de trabalhadores a serem contratados;
  • quantia financeira a ser investida.

Por mais que você não seja um especialista no assunto, o processo e, até mesmo, o diálogo com profissionais da construção civil são facilitados. Assim, você não fica perdido ao negociar com um engenheiro ou um empreiteiro e evita cair em situações desfavoráveis à sua gestão.

2. Respeite as legislações

A partir de 2014, com a criação a norma 16.280 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), qualquer alteração em uma edificação deve ter uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e um profissional capacitado, como um engenheiro civil ou um arquiteto, para executá-la e acompanhá-la.

Além disso, segundo o Código Civil, existem as seguintes regras para se reformar um condomínio:

  • obras que não aumenta o uso atual do bem, chamada de voluptuosas, precisam da aprovação de dois terços do total de condôminos. Se enquadram nessa categoria, por exemplo, reformulações do hall e o acréscimo de uma academia;
  • obras que aumentam o uso da edificação precisam apenas da aprovação da maioria simples;
  • quando for necessária alguma intervenção para preservar a conservação do bem, como reparos elétricos e hidráulicos, exige-se apenas o voto da maioria dos presentes na assembleia.

3. Trabalhe com uma equipe adequada

O sucesso de sua reforma no condomínio também depende da equipe de profissionais que você vai contratar para realizá-la.

Então, faça uma pesquisa de mercado e escolha um parceiro pronto para executar seu projeto de maneira correta e eficiente, sempre se lembrando do seu orçamento.

Fique muito atento e preze pela segurança em todas as atividades realizadas. Infelizmente, acidentes podem acontecer e paralisar a sua obra em algum momento. Com isso, você demonstra que a saúde e o bem-estar dos profissionais envolvidos também é extremamente importante.

Em uma reforma no condomínio, diversos imprevistos podem acontecer, mas ao seguir as dicas acima, é possível superar obstáculos e alcançar seus objetivos sem grandes problemas. Como consequência disso, todos saem ganhando e você pode ter mais tempo para se dedicar à família.

E então, o que você achou do nosso conteúdo de hoje? Conta para a gente no espaço abaixo!