Confira 4 dicas para a manutenção de piscinas em prédios
5 (100%) 1 vote

Inegavelmente, prédios com piscina sempre acabam sendo a preferência por quem quer morar em apartamento e não abre mão desta comodidade para se refrescar nos dias mais quentes. 

Porém, com o aumento da temperatura, a quantidade de moradores querendo usar a piscina também aumenta e, assim, os cuidados com a manutenção devem ser redobrados.

É bom lembrar que, enquanto as piscinas são apenas lembradas pelos moradores durante o verão, o responsável precisa tomar cuidados frequentes para evitar possíveis dores de cabeças.

Para seu auxílio, selecionamos 4 dicas para a manutenção de piscinas que você, síndico, precisa saber. Confira:

1. Cronograma

Como um bom síndico, é sempre importante organizar um checklist para não se perder em meio a tantas tarefas. A piscina, bem como as demais áreas comuns do prédio, requer compra de produtos e manutenção constantes, por isso é bom se programar para não haver gastos inesperados e ter a certeza que todos os processos de limpeza e controle da água serão feitos no período correto.

2. Responsável

Como a piscina requer cuidados quase que diários, é importante eleger alguém para ser o responsável pela sua manutenção no dia a dia. É importante ressaltar que esta pessoa precisa dispor de tempo hábil para cumprir suas funções e não negligenciar os cuidados necessários.

3. Limpeza

No verão, quando ela é usada constantemente, a peneiração deve ser feita diariamente. É graças a ela que resíduos como folhas e insetos são retirados da piscina. Já a aspiração pode ser feita a cada dois dias e a limpeza das bordas, uma vez por semana.

Atente-se para a maneira correta de remover a sujeira das bordas: sempre com uma esponja macia e o limpa-bordas — produto feito especialmente para este tipo de processo.

É de extrema importância conscientizar os usuários sobre o uso em excesso de protetores e bronzeadores solares. É recomendada a retirada do excedente destes produtos antes de entrar na piscina, já que eles dificultam a eficácia dos produtos que regulam a qualidade e limpeza da água e também ajudam a corroer o equipamento de filtragem.

No inverno, providencie uma cobertura de lona para a piscina, evitando a evaporação da água e sujeiras.

4. Produtos

O produto mais comum para o uso nas piscinas é o cloro e sua aplicação pode ser feita a cada dois dias, em época de uso constante. Ele deve ser aplicado à noite, para não sofrer a evaporação causada pelo sol. Atualmente, há produtos que substituem o cloro, como peróxido de hidrogênio, a luz ultravioleta e o ozônio.

Outro ponto importante a ser considerado e controlado é a acidez e basicidade da água: enquanto o pH deve estar entre 7 e 7,4, a alcalinidade deve alcançar entre 80 e 120 ppm. Para medi-los, há fitas de teste e kits colorimétricos disponíveis no mercado — esses processos precisam ser feitos uma ou duas vezes por semana, dependendo da frequência de uso da piscina.

Gostou das nossas dicas para manutenção de piscinas? Então, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de mais conteúdos como este.