Garagem em condomínio: aprenda a evitar problemas e mediar conflitos
5 (100%) 1 vote

Viver em sociedade nem sempre é tarefa fácil: muitas vezes nos deparamos com pessoas desrespeitando limites e até mesmo o direito legal do próximo. Agora, imagine a frequência desses problemas no compartilhamento de áreas comuns onde se mora.

Entre as maiores dificuldades, está a administração da garagem em condomínio. Desentendimentos e acidentes podem acontecer e, nesses casos, o síndico deve estar preparado para resolver da forma mais amigável possível.

Para ajudar nessa missão, elaboramos um post esclarecendo o que é preciso para afastar os conflitos do dia a dia no seu condomínio. Siga a leitura e confira!

Conte com a participação de todos para o estabelecimento de regras

A imposição de regras é peça-chave para se precaver dos problemas de garagem em condomínio — não há como disciplinar o comportamento de centenas de pessoas, senão com a presença de normas para guiá-los sobre como devem agir.

Nesse sentido, o ideal é que o síndico reúna os condôminos, no intuito de elaborarem um manual que aborde de maneira clara e objetiva os direitos e deveres cada um deles. É nesse manual que serão tratadas questões como:

  • número de vagas disponibilizadas para cada unidade;

  • locais específicos para abrigar bicicletas e motos;

  • velocidade permitida;

  • modo correto de estacionar os veículos, entre outros aspectos necessários para a harmonia do ambiente.

Tenha certeza de que todos estão cientes das normas

O desconhecimento das regras é uma desculpa bastante utilizada por quem cometeu alguma falta ou está gerando problemas. Logo, para não dar precedentes a esse tipo de justificativa e garantir maior efetividade das normas estabelecidas no regimento ou manual, o síndico deve melhorar a comunicação no condomínio e se cercar de todos os meios disponíveis para torná-las públicas, isto é, de conhecimento geral.

Para cumprir esse objetivo, é válido entregar uma cópia do regulamento interno ou manual para cada apartamento. Além disso, também é interessante reforçar alguns pontos importantes em lugares estratégicos — como elevadores — e fixar as regras de uso no próprio ambiente. Por exemplo, colocar, em algum ponto de maior visualização na garagem, as regras que dizem respeito a ela.

Utilize a tecnologia a favor do condomínio

O uso da tecnologia é um fator que não vai propriamente diminuir o número de conflitos relacionados a garagens, mas certamente ajudará bastante na hora de solucionar danos ou desentendimentos.

Ao instalar câmeras, por exemplo, será mais fácil resolver um dos principais motivos de brigas no condomínio — arranhões e amassados na lataria dos veículos. Com o sistema de monitoramento, o síndico e a pessoa prejudicada saberão exatamente quem foi o responsável e assim terão a chance de procurá-lo para reparar o dano.

Nesse contexto, outra medida interessante é a utilização de um programa de cadastro de moradores, suas respectivas vagas e veículos. Assim, é possível exercer um controle mais rígido de que todos estão fazendo uso correto dos seus espaços — sem condômino estacionando na vaga do outro ou trazendo uma quantidade de carros acima da que lhe é permitida.

Eliminar totalmente os dissabores relacionados à garagem em condomínio é uma meta praticamente inatingível. Entretanto, a imposição de limites e regras, somada ao emprego de mecanismos eficientes de controle, resultará em uma convivência muito mais equilibrada e saudável.

Gostou das dicas? Então, para continuar aprendendo como exercer uma gestão proativa no que diz respeito à prevenção de conflitos no seu condomínio, leia também o artigo sobre brigas familiares em condomínios e saiba como lidar com essa situação.