Conheça as 3 tecnologias que irão otimizar a gestão de condomínios
5 (100%) 1 vote

A gestão de condomínios é um assunto bastante sério, que precisa de muita atenção e cuidados, maiormente do síndico responsável pelo local. Mas essa tarefa pode ser auxiliada com bom apoio em algumas tecnologias disponíveis no mercado. São muitas as ferramentas, que proporcionam desde o envio e o recebimento rápido das informações, até o controle e o fluxo dos condôminos.

Para que você tenha mais facilidade e segurança em seu prédio, conheça três tecnologias que serão capazes de aperfeiçoar a gestão de condomínios:

Sistema de reconhecimento por biometria

A tecnologia permite o reconhecimento das pessoas através de suas digitais ou até mesmo da imagem facial. Isso possibilita maior segurança do que o uso de senhas, já que uma senha pode ser facilmente perdida ou passada para terceiros. É possível entrar no prédio através dessa tecnologia e até mesmo acionar o elevador com apenas suas digitais.

Para visitantes, que não possuem cadastro biométrico, algumas portarias incluem o serviço de porteiro digital, onde o morador receberá a imagem do visitante, que pode ser vinculada ao celular de cada morador, permitindo ou não a sua entrada no local. Isso acontece devido ao monitoramento remoto.

Medidores de consumo de água via radiofrequência

Já existem no mercado sistemas de medição de água desenvolvidos para uso sem cabeamentos ou fiação. A tecnologia viabiliza a aferição remota do consumo de água em todas as unidades de um condomínio.

Essa espécie de hidrômetro ainda indica se há vazamentos ou perdas do recurso hídrico, além de contar com uma válvula de corte para os imóveis que estiverem inadimplentes. A ideia facilita a gestão da conta de água, eliminando a leitura física por outros aparelhos e economizando tempo e dinheiro para o condomínio.

Software de gestão de condomínios

Um software de gestão consiste em uma tecnologia já amplamente adotada por empresas de alta qualidade e que apresentam visão de futuro e também pode fazer parte da rotina de um condomínio. Isso porque facilita a troca de informações e até mesmo o acompanhamento de tudo o que acontece nos processos locais.

O WhatsApp e outros aplicativos assim são aproveitados para a conversação e na gestão de condomínios porque são gratuitos, e boa parte das pessoas possui hoje em dia um smartphone ou tablet, de modo a facilitar as trocas de mensagens. De fato, o síndico poderá criar um grupo do condomínio para avisos importantes e comunicação de urgência.

O problema é que, ainda que a ideia seja válida para gerar interação, corre-se o risco de deixar as informações desconexas dentro do WhatsApp e afins, com conversas fora de padrão, sem falar que as pessoas muitas vezes se empolgam e geram mensagens que não têm a ver com o condomínio, abrindo a oportunidade de conflitos, saídas do foco e distrações. Em um software de gestão de condomínios, tudo fica bem organizado.

Através do sistema, há inúmeras vantagens: as atas das reuniões são disponibilizadas online, por exemplo. Quem as perdeu será capaz de conferir posteriormente o que aconteceu na assembleia. Os condôminos que quiserem checar se tudo está conforme discutido também poderão acompanhar as atas no software.

Muitos sistemas trazem área bem parecida com uma rede social, onde os moradores podem interagir. E também uma área de calendário, com as reservas dos locais compartilhados, como a churrasqueira e o salão de festas — isso permite maior controle desses serviços.

Os moradores também podem pegar o seu boleto online e fazer downloads, melhorando o controle de pagamento, tanto para o morador como para o síndico controlar a inadimplência.

E o melhor é que o software de gestão de condomínios pode ser acessado via mobile, ou seja, pelo celular dos moradores — basta ter o seu login e senha.

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe esse post em suas redes sociais!