Barulho no condomínio: como evitar atritos às vésperas do Enem?
Avalie

Barulho no condomínio é uma das maiores fontes de dor de cabeça para os moradores e uma das maiores origens de reclamações para o síndico. Nessa época de fim do ano, o assunto fica ainda mais sensível, por causa do Enem e dos vestibulares.

Porta de entrada para as universidades federais, o Enem será realizado em dois domingos: 4 e 11 de novembro. Na reta final, é importante que os moradores apoiem os estudantes, que, para que estejam bem preparados, devem ter boas noites de descanso, principalmente no dia anterior à prova.

Neste artigo, você vai conferir o que o síndico pode fazer para reduzir o barulho no condomínio na época do Enem e de outras provas.

Levar o barulho no condomínio a sério

Antes de implementar qualquer solução, é preciso encarar a sério o problema. Poluição sonora é um entrave grave e crescente, que pode ser enfrentado com prevenção.

Uma primeira medida é dar o exemplo. O próprio síndico não pode fazer festas barulhentas, deixar a TV no último volume ou instalar um aparelho de ar-condicionado cujo ruído incomode os vizinhos. Se a liderança mostra que não gosta de barulho, terá mais sucesso em convencer os outros moradores a colaborar.

Conhecer as datas dos exames

Procure saber com as famílias dos moradores para quais provas os estudantes se inscreveram e suas respectivas datas. Não deixe a pouca idade aparente dos alunos o impedir de agir: muitos jovens de 15 ou 16 anos prestam o Enem como treineiros e encaram a mesma rotina de quem vai competir para valer. 

Sabendo das datas, é possível implementar um calendário de ação, como você verá a seguir.

Bloquear festas nos fins de semana de prova

Imagine que você terá um compromisso importante amanhã e precisa descansar. Eis que uma festa de arromba começa no salão de festas do seu próprio prédio. Soa péssimo, não é?

Para proteger os estudantes de barulho no condomínio, bloqueie as datas das vésperas do Enem e de vestibulares, impedindo a realização de festas. Pode ser também o caso de implementar horários mais restritos para o uso de áreas comuns, como a quadra e a piscina, ou ser rigoroso com esses horários se eles já existirem.

Melhor do que apenas evitar um problema é trabalhar para melhorar a convivência entre os vizinhos. Uma sugestão é montar uma campanha interna de conscientização no condomínio, do tipo “ajude nossos estudantes”. Uma reunião, cartazes ou mensagens no WhatsApp podem ajudar os moradores a se lembrar de que fim de ano é época de vestibular e a redobrar os cuidados com barulho no condomínio para não perturbar o estudo e o descanso dos jovens vizinhos. 

Com essas medidas simples, o síndico evitará reclamações dos pais dos vestibulandos e contribuirá para uma comunidade mais saudável. E sempre vale a pena qualquer medida para reduzir o barulho no condomínio e aprender mais sobre a Lei do Silêncio.

Este texto foi útil para você? Então, aprenda mais baixando agora nosso e-book “Lei do Silêncio: como manter a boa convivência em condomínios“.