6 formas excelentes de aumentar a segurança condominial
5 (100%) 1 vote

Os condomínios fechados e edifícios foram criados pensando na segurança dos moradores. Conforme as cidades foram se expandindo e os casos de violência urbana foram crescendo, os cidadãos passaram a ter preferência por um ambiente controlado, com portaria e profissionais contratados exclusivamente para cuidar do local, buscando ter uma melhor segurança condominial.

Apesar de toda essa mudança na maneira de morar, isso não foi o suficiente para impedir a ação de bandidos e suas técnicas cada vez mais complexas de entrar nesses locais.

Diante dessa realidade, os condomínios estão sempre precisando buscar novas soluções de segurança, capazes de inibir os criminosos e garantir a tranquilidade dos moradores. Confira, agora, 6 formas excelentes de aumentar a segurança condominial!

1. Controlar a entrada de visitantes

Antigamente, acreditava-se que a presença de um porteiro na guarita de entrada já seria o suficiente para evitar transtornos, porém, atualmente, as empresas de segurança já investem em táticas mais efetivas. A colocação de câmeras e a blindagem da guarita são procedimentos importantes, mas o condomínio pode acrescentar a esses dois, o uso de gaiolas – maneira de posicionar os portões de entrada para que os visitantes fiquem entre dois portões antes de ter acesso ao prédio (é possível realizar esse mesmo procedimento com os veículos dos visitantes).

 2. Identificar os prestadores de serviços

Prestadores de serviços devem ser identificados, registrando o nome da empresa em que trabalham e os números dos seus documentos e da placa do veículo utilizado. Se possível, peça para o porteiro realizar uma checagem na empresa, antes de liberar a entrada do prestador. Nesses casos, é importante contar com a colaboração dos moradores, solicitando que eles avisem com antecedência a chegada dos prestadores de serviço.

3. Utilizar biometria para liberar o acesso

Utilizar a biometria  de digitais para liberar acesso pode ser uma maneira eficiente de controlar bem de perto a entrada e a saída de pessoas. Ao contrário de senhas – algo que os bandidos podem conseguir – a impressão digital faz com que apenas o morador consiga liberar o acesso, garantindo muito mais segurança para todos.

4. Controlar a entrada de veículos

Em alguns condomínios, a guarita da segurança fica distante da entrada dos veículos, o que facilita para os bandidos tanto em uma abordagem na entrada quanto em caso de sequestro ou roubo do veículo. Diante disso, uma boa saída é montar uma guarita na entrada de carros junto à uma cancela, assim os motoristas precisam passar lentamente pela checagem da segurança do prédio.

5. Instalar câmeras para segurança condominial

As câmeras são a melhor maneira de registrar todos os acontecimentos do condomínio. Elas devem estar espalhadas de modo estratégico, cobrindo as áreas críticas da segurança e também os ambientes comuns do prédio. Lembre-se que a velha técnica de colocar uma câmera sem monitoramento já não é suficiente para inibir os bandidos, por isso, o condomínio deve dar preferência às empresas de monitoramento em tempo real, pois elas possuem funcionários o tempo inteiro atentos ao circuito interno de TV e à quaisquer ocorrências.

6. Gerir as entregas e mudanças

Entrada e saída de mudanças e de delivery são momentos críticos para a segurança do condomínio. No caso das entregas, a melhor forma é a instalação de um passa-volumes para não ser preciso um contato direto ou a entrada do entregador no prédio. No caso de mudanças, a melhor opção é deslocar um profissional da segurança do condomínio para o local próximo ao caminhão, assim, durante a carga e descarga, o portão se manterá protegido.

Essas são algumas formas valiosas para aumentar a segurança condominial. Siga o King Condo nas redes sociais e fique por dentro de novidades em tecnologia para condomínios e dicas de segurança e convivência que são fundamentais para o dia a dia do condomínio!